É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.
31
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 13:46link do post | comentar |  O que é?
Informações relevantes sobre como e onde aplicar auto-hemoterapia estão
disponíveis em texto produzido pela mestre em Enfermagem e professora
universitária brasileira Telma Geovanini. O seu Protocolo de
Auto-hemoterapia pode ser lido em
http://www.rnsites.com.br/autohemoterapia-protocolo.htm Nele, a
enfermeira mostra as providências necessárias para as aplicações, entre
as quais a higiene do aplicador e as medidas a serem adotadas pelo
paciente. As orientações se referem à "prescrição básica" da
auto-hemoterapia, como observa a pesquisadora. Nestes casos, "coletar
de 5 (prevenção, profilaxia de doenças e sintomas leves) a 10 ml de
sangue de uma veia periférica e injetar imediatamente este mesmo sangue
nas regiões; deltoide, ventroglútea ou dorso glútea", afirma. A
critério do profissional de saúde, as doses poderão sera alteradas, de
acordo com sintomas e gravidade da doença, como observa a pesquisadora.
O "Protocolo de Autohemoterapia" foi dividido em vários capítulos e é
ilustrado. O Protocolo está atualizado. A cientista Telma Geovanini já
publicou várias pesquisas sobre auto-hemoterapia. Entre estes
trabalhos, o "ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO Tratamento da Esclerodermia doença
auto imune através da auto-hemoterapia: um estudo de caso clínico",
publicado da revista REFERÊNCIA, da Escola Superior de Enfermagem da
Universidade de Coimbra, Portugal. O artigo foi produzido em parceria
com o médico Manoel Mozart Corrêa Norberto.

25
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 14:04link do post | comentar |  O que é?
"... As complicações infecciosas - não surgiram em nossos 150 casos. Em
vários dos numerosos casos em que deixamos de fazer a
autohemotransfusão, a título de contraprova, as complicações
infecciosas apareceram, sendo tratadas pela autohemotransfusão curativa
em altas doses (40 a 80 cc.), pelo soro chloretado hipertônico, álcool,
digital, vitamina C, etc. ...". É o que se lê no artigo "Complicações
Pulmonares Pós-Operatórias", do dr. Jésse Teixeira. O trabalho é uma
síntese de pesquisa, e foi publicado na revista científica
BRASIL-CIRÚRGICO, Órgão oficial da Sociedade Médico-Cirúrgica do
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, vol.
II, março de 1.940, número 3, páginas 213 - 230. O artigo pode ser lido
na íntegra em http://www.rnsites.com.br/artigo_jesse_teixeira.pdf "...
Até 40 c.c. podem ser injetados no músculo, sem dificuldades técnicas
ou desconforto para o paciente. ..." . A referência é feita em
"Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications",
assinado por Michael W. Mettenletter . Artigo publicado no "The
American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág.321), intitulado
"Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications" e
assinado por Michael W. Mettenletter (cirurgião do Pós-Graduate
Hospital, de Nova York). Ver artigo completo em
http://www.autohemoterapia.xpg.com.br/5.html Relato de emprego de altas
doses de auto-hemoterapia pode ser lido em
http://hssuffer.wordpress.com/ As dosagens usuais empregadas atualmente
estão disponíveis na última postagem feita neste blog.

18
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 14:48link do post | comentar |  O que é?
A auto-hemoterapia é uma técnica que cura ao aumentar a imunidade em
quatro vezes. Mas quais são as doses atualmente usuais em
auto-hemoterapia? As linhas gerais são dadas pelo médico brasileiro
Luiz Moura, 89 anos, mais de 60 dedicados à medicina e um dos maiores
especialistas do mundo na técnica, hoje o principal divulgador da
auto-hemoterapia. "... Dosagem da Auto-hemoterapia As técnicas iniciais
ainda empíricas em 1912, foi o Prof. Ravaut, francês, e começou lá. Ele
usava em doses crescente de 1cc,2,3,4,5, até 10, ia crescendo a cada
dose. Depois o Jésse Teixeira, já não fazia assim, ele dava logo uma
dose única, e como a ele interessava uma dose para evitar infecções dos
pós-operatórios. Então ele dava logo 10 ml de uma vez e 5 dias depois
fazia mais 10ml que era como eu comecei aplicando por ordem de meu pai
quando operava os pacientes, exatamente assim. O que eu cheguei a
conclusão que é que a dose varia com a gravidade do problema, vamos
dizer, 5ml para uma doença que não seja muito séria, não um lupus,
lupus eu só uso 10ml, miastenias graves, artrite reumatóide eu uso10ml,
quando é uma alergia por exemplo, uma reação alérgica, asma,
normalmente eu uso 5ml, basta, rinite 5ml, não há necessidade de doses
maiores. Num caso desesperador, como foi o caso da esclerodermia, o
primeiro caso que tratei, em 1976, eu usei 20ml iniciais. Porque eu
precisava dar uma resposta violenta para a paciente sair de uma
situação que tava praticamente, esclerodermia fase final, não tinha
nada pra se fazer, então, tudo valia. Pode-se fazer a auto-hemoterapia
durante 10, 15, 20 anos. Eu por exemplo, tomo a muitos há muitos anos,
mais de 15, 20 anos que eu tomo, faço a auto-hemoterapia. Agora...Não
há nenhuma contra indicação. A gente faz, eu faço, vivo fazendo porque
eu viso evitar doenças que deveriam incorporar no meu dia a dia, porque
com a idade que foi avançando, passei pela idade dos acidentes
vasculares. Muito bem, então eu tomava para evitar o acidente vascular,
tanto cerebral quanto cardíaco. Agora eu to tomando porque também me
protege contra o câncer, mantenho o sistema imunológico ativado, eu
tenho sempre macrófagos prontos para devorar células que com a idade ou
até jovens, até porque aparecem células cancerosas, de vez em quando, é
como uma fábrica, seu controle de qualidade, existem sempre produtos
que não saem corretos e tem que haver um controle de qualidade e o
nosso controle de qualidade é o sistema imunológico que faz o controle
de qualidade das nossas células. Então isso realmente é necessário. Não
há limite de uso, de tempo, pode se usar uma vida inteira, eu mando
para os meus pacientes fazerem assim, fazer uma série de 10 aplicações
depois, descansa um mês, alguns casos que nem precisa é só como
prevenção descansa 2 ou 3 meses, depois fazer outra série. Seria, vamos
dizer, pra usar de forma permanente, agora, com intervalos, dependendo
os intervalos da finalidade com que está sendo aplicada a
auto-hemoterapia. Se for apenas preventivo pode fazer intervalos
grandes. Se for visando um problema ou uma doença que já houve e que
tenha que ser mantida sobre controle aí faz-se intervalos menores,
faz-se 10 aplicações, 30 dias de intervalo. Muitos pacientes eu começo
com 10 ml na fase aguda da doença depois eu reduzo para 5 ml por
semana, porque não precisa mais. E tem pacientes, agora vou dar o
exemplo do caso que é da minha vizinha lá de Visconde de Mauá, ela teve
uma doença que iria cegá-la, ela teve toxoplasmose e já estava com 20%
da visão. Então ela e, um dia, uma amiga dela, nos encontramos na
estrada e me contou a história e eu então eu prescrevi a AH para ela.
Ela por conta dela, quando viu que melhorava, ela aumentou de 10ml para
20 ml, tomava 10 em cada nádega, 20 ml e ela recuperou 80% da visão e
ela até hoje faz. Isso, já tem mais de 10 anos, bem mais de 10 anos, e
ela até hoje ela faz isso. O intervalo entre uma aplicação e outra é de
7 dias, casos raros é que eu faço de 5 em 5 dias, quando eu quero
manter nível de macrófagos no nível máximo, acima de 20%. Quando não há
necessidade disso, quando a infecção, o problema está sobre controle,
eu então faço de 7 em 7 dias, porque dá para reativar no 7º dia e volta
de novo aos 20%. Faltou eu explicar que no momento que se aplica a AH
leva 8 horas para a taxa de 5% (dos macrófagos) chegar a 22%, cada hora
vai subindo. A técnica que o Jésse Teixeira usou para comprovar a ação
da AH foi uma coisa muito simples. Simples porque?, depois que a gente
lê né?, porque a descoberta é que difícil. Ele descobriu que usando uma
substância cáustica que se chama "cantárida" que passando na coxa
forma-se uma bolha; aí o q ele fez? Ele resolveu tirar líquido da bolha
e contar o número de macrófagos constatou que tinha 5%, fez vários
dias, uma bolha e constatava que era 5%. Aí fez a AH e começou de hora
em hora tirar umas gotas dessa bolha, a cada hora o nível de macrófagos
ia subindo no fim de 8 horas chegou aos 22% e ele constatou que durante
a semana toda, os 5 dias, manteve os 22%. Todo dia ele tirava, mas
mantinha 20 a 22%, do 5º ao 7º é que começou o declínio, então ele fez
isso em coelhos. Ele fez a auto-hemoterapia em coelhos e verificou que
terminava a ação da AH quando o sangue terminava, porque ele
sacrificava o coelho e verificava, bom, voltou de novo ao 5% , foi ver
o local que tinha sido aplicado o sangue e já não existia mais sangue.
Mas a AH também é usada em veterinária, se usa em vaca que tem uma
doença vírus, que se chama-se figueira, é como verrugas que nascem no
focinho da vaca, e que realmente prejudicam muito a vaca, aplicando a
auto-hemoterapia que eles fazem com 20ml na vaca, em 2 a 3 dias caem
toda a figueira, cai todas aquelas verrugas que a vaca tem, desaparece
tudo, isso é um uso veterinário. Em músculos do braço, eu as vezes
tenho paciente que quer que eu aplique os 10ml, logo num músculo, num
braço só pra não levar duas picadas. E eu sou contra! Acho que 5, o
músculo do braço, o deltóide, comporta 5ml, bem, não há problema
nenhum. Agora na nádega sim, a gente pode aplicar os 10ml, o músculo
glúteo, têm a capacidade de receber 10ml. A Dona Ml, essa que eu contei
da toxoplasmose, ela aplicava 10cc em cada nádega, porque ela queria
ter o efeito o máximo que podia para salvar a vista dela, queira salvar
a visão, mas foi ela mesma, isso não fui eu quem receitei 20ml assim
não, isso foi a própria paciente que decidiu tomar de 20ml, pra ter um
resultado mais eficiente. Então, a dosagem, há casos que eu acredito, e
dependendo também, teria que ser feito um estudo, qual a necessidade
real, por exemplo, se tem relação essa quantidade? E uma coisa que eu
já venho pensando nisso, qual seria a relação entre o peso corporal?
Porque as dosagens dos medicamentos variam em função do peso corporal,
a dosagem que uma criança toma, de 30k, é muito menos que uma pessoa de
70k. A Auto-hemo, talvez seja desnecessário, em crianças pequenas ser
uma dosagem como se dá em adultos de 5ml, poderia aplicar 2, 3 ml, isso
tudo é, a minha esperança, é que essa nossa fita aí e essa divulgação
que vai resultar disso, que interesse pessoas que queiram fazer uma
pesquisa de laboratório sobre isso e que tenham condições de fazer.
Porque eu não, eu faço tudo na base do estudo clínico, na base de
raciocínio, sem pesquisa de laboratório, sem nada, porque eu não tenho
laboratório para isso, eu não tenho laboratório de pesquisa, é tudo
pesquisa clinica, da aplicação prática. Todos os meus estudos vêm de
aplicação prática. Como eu tenho certeza de que é uma técnica
absolutamente inocente, que nenhum mal faz para a pessoa, nunca vi
nenhum problema, eu então.... a gente que diz, bom, mas, se uma injeção
de penicilina pode dar um choque anafilático, pode, mas o próprio
sangue não dá choque anafilático em ninguém, não há o menor risco nesse
tratamento. Nunca vi nenhum abscesso, nenhuma contaminação, porque que
não há abscesso? Porque como estimula o sistema imunológico, mesmo que
ela seja aplicada mal, e não deve ser.... deve ser aplicada nas
melhores condições de higiene... mas se for mal aplicada, dificilmente
vai haver uma infecção, porque o sistema imunológico está aguerrido,
está quadruplicado. Então, é por isso que dificilmente....é.. eu nunca
vi até hoje nenhum problema,... já vi sim, pacientes que não podem ver
sangue, e quando vão tomar injeção, desmaiam, mas aí é problema
emocional, não tem nada haver com a auto-hemoterapia com efeito sobre o
equilíbrio da pessoa. Não tem nada haver, mas então, realmente, eu acho
que é de grande valor essa técnica, eu espero que agora a gente tenha
uma divulgação grande. ...". Transcrito de
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm O conteúdo completo
do DVD está em http://www.youtube.com/watch?v=U_zZcgigZoE Há versões
com legendas em espanhol e inglês.

15
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 14:25link do post | comentar |  O que é?
Data: 11/05/2013 12:21 De: otávio brandão IP: 189.4.229.55 Assunto:
Auto-hemoterapia venho, por livre e espontânea mensagem, declarar que
faço, há um ano o tratamento da auto-hemoterapia semanalmente, tendo
obtido como resultado inicial, gripes constantes que desapareceram,
maior resistência física, já q tenho 67 anos e trabalho como vendedor
de lanches, tendo que, diariamente, carregar pesos e subir escadas.
obtive também, através de um advogado relato de uma cura notável de
câncer com metástase em seu organismo e só me falta realizar exames de
colesterol , cuja faixa estava um pouco alta de 4 anos para cá, wem
torno de 246. aproveito a oportunidade para abraçar todos aqueles que
realizam trabalhos filantrópicos nesta área, com pessoas de todas as
situações sociais e principalmente nas populações mais carentes de
atendimento médico em um país que se preocupa mais com obras
faraônicas, cujos recursos são tirados do bolso da população que ganha
um salário de fome, que ainda por cima é considerado um dos principais
causadores da inflação (extremamente constrangedor) diante dos
referidos gastos. meus pêsames, saúde, vc morreu! minhas condolências ,
educação! para terminar, venho solicitar uma brave resposta para uma
pergunta: para obter resultados melhores com wesse trataMENTO, SAERIA
NECESSÁRIO TAMBÉM FAZER ALGUM TIPO DE DIETA? OBRIGADO!!! Publicado em
http://inforum.insite.com.br/39550/

11
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 13:11link do post | comentar |  O que é?
"...Dosagem da Auto-hemoterapia As técnicas iniciais ainda empíricas em
1912, foi o Prof. Ravaut, francês, e começou lá. Ele usava em doses
crescente de 1cc,2,3,4,5, até 10, ia crescendo a cada dose. Depois o
Jésse Teixeira, já não fazia assim, ele dava logo uma dose única, e
como a ele interessava uma dose para evitar infecções dos
pós-operatórios. Então ele dava logo 10 ml de uma vez e 5 dias depois
fazia mais 10ml que era como eu comecei aplicando por ordem de meu pai
quando operava os pacientes, exatamente assim. O que eu cheguei a
conclusão que é que a dose varia com a gravidade do problema, vamos
dizer, 5ml para uma doença que não seja muito séria, não um lupus,
lupus eu só uso 10ml, miastenias graves, artrite reumatóide eu uso10ml,
quando é uma alergia por exemplo, uma reação alérgica, asma,
normalmente eu uso 5ml, basta, rinite 5ml, não há necessidade de doses
maiores. Num caso desesperador, como foi o caso da esclerodermia, o
primeiro caso que tratei, em 1976, eu usei 20ml iniciais. Porque eu
precisava dar uma resposta violenta para a paciente sair de uma
situação que tava praticamente, esclerodermia fase final, não tinha
nada pra se fazer, então, tudo valia. Pode-se fazer a auto-hemoterapia
durante 10, 15, 20 anos. Eu por exemplo, tomo a muitos há muitos anos,
mais de 15, 20 anos que eu tomo, faço a auto-hemoterapia. Agora...Não
há nenhuma contra indicação. A gente faz, eu faço, vivo fazendo porque
eu viso evitar doenças que deveriam incorporar no meu dia a dia, porque
com a idade que foi avançando, passei pela idade dos acidentes
vasculares. Muito bem, então eu tomava para evitar o acidente vascular,
tanto cerebral quanto cardíaco. Agora eu to tomando porque também me
protege contra o câncer, mantenho o sistema imunológico ativado, eu
tenho sempre macrófagos prontos para devorar células que com a idade ou
até jovens, até porque aparecem células cancerosas, de vez em quando, é
como uma fábrica, seu controle de qualidade, existem sempre produtos
que não saem corretos e tem que haver um controle de qualidade e o
nosso controle de qualidade é o sistema imunológico que faz o controle
de qualidade das nossas células. Então isso realmente é necessário. Não
há limite de uso, de tempo, pode se usar uma vida inteira, eu mando
para os meus pacientes fazerem assim, fazer uma série de 10 aplicações
depois, descansa um mês, alguns casos que nem precisa é só como
prevenção descansa 2 ou 3 meses, depois fazer outra série. Seria, vamos
dizer, pra usar de forma permanente, agora, com intervalos, dependendo
os intervalos da finalidade com que está sendo aplicada a
auto-hemoterapia. Se for apenas preventivo pode fazer intervalos
grandes. Se for visando um problema ou uma doença que já houve e que
tenha que ser mantida sobre controle aí faz-se intervalos menores,
faz-se 10 aplicações, 30 dias de intervalo. Muitos pacientes eu começo
com 10 ml na fase aguda da doença depois eu reduzo para 5 ml por
semana, porque não precisa mais. E tem pacientes, agora vou dar o
exemplo do caso que é da minha vizinha lá de Visconde de Mauá, ela teve
uma doença que iria cegá-la, ela teve toxoplasmose e já estava com 20%
da visão. Então ela e, um dia, uma amiga dela, nos encontramos na
estrada e me contou a história e eu então eu prescrevi a AH para ela.
Ela por conta dela, quando viu que melhorava, ela aumentou de 10ml para
20 ml, tomava 10 em cada nádega, 20 ml e ela recuperou 80% da visão e
ela até hoje faz. Isso, já tem mais de 10 anos, bem mais de 10 anos, e
ela até hoje ela faz isso. O intervalo entre uma aplicação e outra é de
7 dias, casos raros é que eu faço de 5 em 5 dias, quando eu quero
manter nível de macrófagos no nível máximo, acima de 20%. Quando não há
necessidade disso, quando a infecção, o problema está sobre controle,
eu então faço de 7 em 7 dias, porque dá para reativar no 7º dia e volta
de novo aos 20%. Faltou eu explicar que no momento que se aplica a AH
leva 8 horas para a taxa de 5% (dos macrófagos) chegar a 22%, cada hora
vai subindo. A técnica que o Jésse Teixeira usou para comprovar a ação
da AH foi uma coisa muito simples. Simples porque?, depois que a gente
lê né?, porque a descoberta é que difícil. Ele descobriu que usando uma
substância cáustica que se chama "cantárida" que passando na coxa
forma-se uma bolha; aí o q ele fez? Ele resolveu tirar líquido da bolha
e contar o número de macrófagos constatou que tinha 5%, fez vários
dias, uma bolha e constatava que era 5%. Aí fez a AH e começou de hora
em hora tirar umas gotas dessa bolha, a cada hora o nível de macrófagos
ia subindo no fim de 8 horas chegou aos 22% e ele constatou que durante
a semana toda, os 5 dias, manteve os 22%. Todo dia ele tirava, mas
mantinha 20 a 22%, do 5º ao 7º é que começou o declínio, então ele fez
isso em coelhos. Ele fez a auto-hemoterapia em coelhos e verificou que
terminava a ação da AH quando o sangue terminava, porque ele
sacrificava o coelho e verificava, bom, voltou de novo ao 5% , foi ver
o local que tinha sido aplicado o sangue e já não existia mais sangue.
Mas a AH também é usada em veterinária, se usa em vaca que tem uma
doença vírus, que se chama-se figueira, é como verrugas que nascem no
focinho da vaca, e que realmente prejudicam muito a vaca, aplicando a
auto-hemoterapia que eles fazem com 20ml na vaca, em 2 a 3 dias caem
toda a figueira, cai todas aquelas verrugas que a vaca tem, desaparece
tudo, isso é um uso veterinário. Em músculos do braço, eu as vezes
tenho paciente que quer que eu aplique os 10ml, logo num músculo, num
braço só pra não levar duas picadas. E eu sou contra! Acho que 5, o
músculo do braço, o deltóide, comporta 5ml, bem, não há problema
nenhum. Agora na nádega sim, a gente pode aplicar os 10ml, o músculo
glúteo, têm a capacidade de receber 10ml. A Dona Ml, essa que eu contei
da toxoplasmose, ela aplicava 10cc em cada nádega, porque ela queria
ter o efeito o máximo que podia para salvar a vista dela, queira salvar
a visão, mas foi ela mesma, isso não fui eu quem receitei 20ml assim
não, isso foi a própria paciente que decidiu tomar de 20ml, pra ter um
resultado mais eficiente. Então, a dosagem, há casos que eu acredito, e
dependendo também, teria que ser feito um estudo, qual a necessidade
real, por exemplo, se tem relação essa quantidade? E uma coisa que eu
já venho pensando nisso, qual seria a relação entre o peso corporal?
Porque as dosagens dos medicamentos variam em função do peso corporal,
a dosagem que uma criança toma, de 30k, é muito menos que uma pessoa de
70k. A Auto-hemo, talvez seja desnecessário, em crianças pequenas ser
uma dosagem como se dá em adultos de 5ml, poderia aplicar 2, 3 ml, isso
tudo é, a minha esperança, é que essa nossa fita aí e essa divulgação
que vai resultar disso, que interesse pessoas que queiram fazer uma
pesquisa de laboratório sobre isso e que tenham condições de fazer.
Porque eu não, eu faço tudo na base do estudo clínico, na base de
raciocínio, sem pesquisa de laboratório, sem nada, porque eu não tenho
laboratório para isso, eu não tenho laboratório de pesquisa, é tudo
pesquisa clinica, da aplicação prática. Todos os meus estudos vêm de
aplicação prática. Como eu tenho certeza de que é uma técnica
absolutamente inocente, que nenhum mal faz para a pessoa, nunca vi
nenhum problema, eu então.... a gente que diz, bom, mas, se uma injeção
de penicilina pode dar um choque anafilático, pode, mas o próprio
sangue não dá choque anafilático em ninguém, não há o menor risco nesse
tratamento. Nunca vi nenhum abscesso, nenhuma contaminação, porque que
não há abscesso? Porque como estimula o sistema imunológico, mesmo que
ela seja aplicada mal, e não deve ser.... deve ser aplicada nas
melhores condições de higiene... mas se for mal aplicada, dificilmente
vai haver uma infecção, porque o sistema imunológico está aguerrido,
está quadruplicado. Então, é por isso que dificilmente....é.. eu nunca
vi até hoje nenhum problema,... já vi sim, pacientes que não podem ver
sangue, e quando vão tomar injeção, desmaiam, mas aí é problema
emocional, não tem nada haver com a auto-hemoterapia com efeito sobre o
equilíbrio da pessoa. Não tem nada haver, mas então, realmente, eu acho
que é de grande valor essa técnica, eu espero que agora a gente tenha
uma divulgação grande. ...". Transcrito de
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm Artigo médico que
resume o que é auto-hemoterapia em
http://www.rnsites.com.br/aht_luiz_moura.pdf Para ouvir o DVD com
entrevista completa do dr. Luiz Moura
http://www.youtube.com/watch?v=U_zZcgigZoE O DVD pode ser encontrado
com legendas em espanhol e inglês

06
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 18:34link do post | comentar |  O que é?
Bem, a melhora da pele foi bem significativa,as dores menstruais
também, inclusive no dia da cólica menstrual aplico e a dor vai embora
em pouco tempo e não se manifesta mais, pelo menos naquele mês.
sinusite não tenho mais crises. meus ovários estão cada vez melhor,
pois o fluxo da menstruação era absurdo e agora regulou, a quantidade
de sangue era um volume grante e por vários dias, agora é menor e dura
menos, mais ou menos 3 a 4 dias, antes era 7 a 10 dias de menstruação.
Bem, depois de 11 anos sem gripar eu gripei este ano, mas foi num
período q eu estava sem fazer a autohemoterapia (parei po duas semanas)
Já faço desde de junho de 2006 e todas as aplicações são registradas
com detalhes dos acontecimentos da semana durante a aplicação. Desde de
janeiro de 2007 eu mesma faço a aplicação de auto-hemo em mim. Curei de
umas manchas na pele abaixo das axilas e nas costas que apareceram, com
duas aplicações de 10 ml as manchas sumiram, não faço uso de
medicamentos e nunca usei anticoncepcionais, por isso também refiro as
melhoras de todos os sintomas acima após o uso do tratamento com o meu
sangue. Melhora de dores musculares e das articulações são evidentes
com as aplicações. E tenho sentido também um aumento de enegia, há uma
aumento de disposição após o tratamento, sono tranquilo, mais sono
inclusive, regulação do peso corporal. Funcionamento instestinal mais
regulado. Equilíbrio também em estados emocionais (sinto-me mais
tranquila após a aplicação) EVÂNIA DA SILVA OLIVEIRA De
http://www.orientacoesmedicas.com.br/resultado_da_pesquisa_virtual_sobre
_auto-hemoterapia.asp

04
Mai 13
publicado por auto-hemoterapia, às 13:10link do post | comentar |  O que é?

 

Sexta-feira, 3 de maio de 2013 - 16:01:59
187.7.198.102
Enfermidades
selecionadas
  

a autohemoterapia
é um verdadeiro milagre!!!!!

oi boa tarde venho hj dar um pequeno depoimento q com certeza
poderá ajudar a muitos tenho 45 anos e ha varios anos lutando
com varias doenças consequencias de uma histerectomia total q
fiz por problemas serios de ovarios como era muito nova ia completar 32
anos as consequencias são desastrosas auto risco de deselver
doenças cardiacas por falta de hormonios riscos de osteoporose
trombose e muitas outras doenças oportunistas mas uma q me
acompanhou por aproximadamente 8 anos foi renite alergica daquelas q
nos ultimos 2 anos foi terrivel ñ pasei um só dia sem ter
crises as noites eram dolorosas perdi a conta das madrugadas sem dormir
com falta de ar com as vias respiratorias todas trancadas ñ
existia antialergico q funcionava qnd a 3 meses atras conheci a
autohemo através di dvd do dr moura eu achei muito confiavel e
por sorte aq na minha cidade tem muita gente q faz autohemo logo
descobri quem faz e ja comecei qnd cheguei na 8 aplicação
alcancei o q pra min foi um milagre!! hj fiz a 12 e nunca mais deixou
ese tratamento tudo em min q ñ funcionava bem e quem pasou por
uma histerectomia sabe hj tou melhor 100% aconselho quem foi
histerectomisada q adotase a authemo com preventivo de muitas
doenças q virão como consequencias da falta de hormonio e
tbm da presenç de hormonio sintetico q é muito perigoso
meu nome é maria rodrigues dos santos meu email é
mariahccb@hotmail .com boa tarde 

maria rodrigues dos santos   
vilhena
rondonia

Transcrito de http://hemoterapia.org/depoimentos/a-autohemoterapia-e-um-verda
deiro-milagre.asp
             
                   
                   
                   
                   
                   
                   
                   
    


mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO